Buscar

VISTO AMERICANO

Atualizado: 17 de Set de 2019

Passo a passo para solicitar o seu visto de turista


Se você acompanha os formigas viajantes no instagram (@formigasviajantes), certamente já possui o seu passaporte para viagens internacionais, pois lá nós mostramos como se faz!



Dessa vez, se o seu destino é a terra do Tio Sam, neste post, você vai descobrir como é o trâmite para conseguir o visto de turista (B2), um pré-requisito indispensável exigido pelo governo norte-americano de todos que desejam lá ingressar legalmente.


Importante esclarecer que existem vários tipos de visto: de trânsito, de negócios, de estudante e etc. Aqui, vamos tratar apenas do visto de turista, necessário para quem deseja ficar por tempo determinado nos Estados Unidos, com o objetivo de lazer.


É bom saber que o visto, por si só, não garante a sua estada nos EUA, mas apenas permite que você cruze a fronteira e solicite a entrada no país. Somente quando chegar na imigração do aeroporto, o oficial te fará algumas perguntas e dirá se está autorizado a permanecer e por quanto tempo (normalmente, são 6 meses). Fique atento à data indicada no carimbo do seu passaporte!

Esse é o carimbo do meu passaporte.

Sabendo dessas informações preliminares, vamos para o tema desta postagem!



Quais são as etapas para solicitar o visto de turista?


Resumidamente, para obter o seu visto é preciso passar por 6 etapas:


1) Preencher o formulário DS-160;

2) Criar uma conta para solicitar o visto e efetuar o pagamento da taxa;

3) Agendar a entrevista no Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto USA (CASV) e no consulado americano;

4) Comparecer ao CASV para coleta de dados biométricos e fotografia;

5) Ir até o consulado para a entrevista.


Pronto! Vencidas todas as fases acima é só ir buscar o seu passaporte já com o visto anexado no CASV ou aguardar que ele chegue na sua casa, na hipótese de ter optado pela entrega através dos Correios.


Bora saber mais um pouco sobre cada uma das fases?



1. Formulário DS-160


O primeiro passo para solicitar o seu visto é preencher o formulário DS-160 (pedido de visto de não imigrante), disponível no site oficial do Departamento de Estado Norte-americano.


Esse momento requer bastante atenção e paciência, pois o questionário é extenso e conta com perguntas que vão desde o estado civil até o envolvimento em crimes (!!). Nosso conselho é não mentir sobre absolutamente NADA! Qualquer inconsistência no seu formulário pode implicar a recusa do seu visto!

Categorias de perguntas do formulário DS-160

O formulário é todo em inglês, mas possui um mecanismo de tradução, por meio do qual basta que você passe o cursor do mouse sobre qualquer frase para visualizá-la em português. Não se esqueça de selecionar o idioma português na aba do “Select Tooltip Language” para ativar essa ferramenta.



Antes de iniciar, de fato, o preenchimento do formulário, é preciso escolher a cidade na qual você deseja fazer a entrevista. As opções são as seções consulares de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre e a embaixada de Brasília.


Feito isso, clique em “Start An Application”.


Nesse momento, aparecerá o número do protocolo (”Application ID”), GUARDE-O! Na mesma página será solicitada ainda uma resposta secreta, que funcionará como uma senha. São várias as perguntas que você pode escolher: nome da mãe, nome de solteira da avó materna e etc.



Essas 2 informações são extrema relevância, pois com elas é possível recuperar o formulário, quando necessário, e criar a conta consular (passo que vem logo após o preenchimento do formulário DS-160).


Anotado o protocolo e a resposta secreta, pegue a pipoca e o refri e comece a responder as perguntas!Rsrs Não se esqueça: MUITA ATENÇÃO!


DICA: ao final de cada página do questionário SALVE o que já tiver sido feito! Caso não dê para preencher tudo no mesmo momento, ou aconteça algum problema na internet, você não perde o que já fez. Para voltar a preencher o formulário use o número do protocolo e a pergunta secreta que falamos ali em cima!


Uma novidade que merece ser citada neste post é que, desde maio de 2019, os Estados Unidos passaram a exigir que os solicitantes do visto de turismo informem no formulário DS-160 os seus nomes de usuário nas redes sociais, endereços de e-mail e números de telefone nos últimos 5 anos. Trata-se de uma determinação do presidente Donald Trump buscando aumentar o controle da segurança.


Fonte: Greg Siskind

Quando solicitamos o nosso visto, procuramos na internet algum “tutorial” que pudesse nos auxiliar e encontramos dois excelentes: o I Love Trip e o Matraqueando. Tem também o "Now Vistos", com um passo a passo bem atualizado! Recomendamos utilizá-los para orientar nas respostas do formulário, porque, às vezes, as perguntas podem parecer um pouco confusas.


Vale mencionar que, caso você não se sinta seguro em preencher o DS-160 sozinho, existem empresas especializadas que fazem isso por você. Não indicaremos uma, porque não utilizamos esse serviço, mas uma simples pesquisa no Google vai trazer muitas opções!


Preenchido e revisado (mil vezes) o seu formulário DS-160, clique em “Sign and Submit Application” para finalizar o envio.

Fonte: https://ilovetrip.com.br/formulario-ds-160-visto-americano/

Depois disso, imprima a página de confirmação de envio que aparecerá na tela. Esse documento de confirmação deverá ser levado ao CASV e ao consulado.



2. Criação da conta consular e pagamento da taxa


Superado o interminável formulário (rsrs), é a hora de criar uma conta para solicitar o visto. Para isso, acesso o site de Informações e Agendamento de Visto.



Nessa etapa, tudo estará em português e o preenchimento dos dados é intuitivo. Nada de pergunta confusa!


Depois de preencher as informações, escolha a maneira como você deseja receber o seu visto: retirando em um CASV ou pelos Correios. Caso tenha escolhido a entrega na residência, forneça o endereço corretamente.


É chegado o momento de tirar o escorpião do bolso! O próximo passo é pagar a taxa do visto.


O valor da taxa, atualmente, é de US$ 160 (o equivalente a quase R$ 600), que pode ser pago por cartão de crédito ou em dinheiro, neste último caso em qualquer agência do Citibank mediante a apresentação do boleto gerado pelo site.


A vantagem do cartão de crédito é que logo que efetuado o pagamento, você será direcionado para a página do agendamento. Se optar pelo boleto, terá que aguardar, ao menos, 2 dias úteis.


Fonte: https://ilovetrip.com.br/agendamento-entrevista-visto-americano/

É bom constar que o valor da taxa não é reembolsável! Por isso, se o seu visto for negado, o dinheiro não volta para você. E se quiser fazer uma nova tentativa, deve pagar novamente.



3. Agendamento de entrevista no Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto USA (CASV) e no Consulado


Uma vez confirmado o pagamento da taxa, a etapa seguinte é o agendamento do comparecimento no CASV e a entrevista no consulado.


Fonte: https://ilovetrip.com.br/agendamento-entrevista-visto-americano/

ATENÇÃO: não confunda o CASV com a seção consular!


O CASV é um centro contratado pelo governo norte-americano para coletar dados biométricos de solicitantes de visto. É o local onde se realiza a fase que antecede a entrevista.


O CASV possui sede em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Brasília, Porto Alegre e Belo Horizonte.


CASV em Brasília - Fonte: Shopping Venâncio

Já o consulado americano (ou a embaixada, no caso de Brasília) é o local onde será feita a entrevista. É a fase posterior à coleta de dados.


Há seção consular em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre, além da embaixada em Brasília.


Consulado em Porto Alegre - Fonte: Alessandro Agendes/RBS TV

Sabendo da diferença entre os dois locais, atente-se também que o primeiro campo que aparecerá na tela de agendamento é do local da seção consular (como se pode ver na primeira imagem desse tópico). No entanto, o lugar onde se deve ir antes, como já explicado, é o CASV. Assim, insira as datas na ordem, de modo que a ida ao consulado seja em dia posterior ao comparecimento no CASV.


Nas cidades de Brasília, Rio de Janeiro e Recife é possível agendar os dois compromissos no MESMO DIA! Tenha só o cuidado de marcar em horários com certa folga, para que dê tempo de fazer as duas coisas com segurança. Leve em consideração a espera que ocorrerá na fila do CASV e ainda o tempo de deslocamento entre os locais.


Até 10 pessoas da mesma família podem agendar a entrevista para o mesmo horário.


ATENÇÃO: brasileiros com menos de 14 anos e com 80 anos completos ou mais, que nunca tiveram o pedido de visto recusado, devem agendar a ida ao CASV apenas para a entrega da documentação e da foto, o que pode ser feito pelo próprio solicitante ou por outra pessoa. As pessoas dessas faixas etárias não precisam colher as digitais e também estão isentas da entrevista consular.


Concluído o agendamento, será enviado um e-mail de confirmação.

Fonte: https://ilovetrip.com.br/agendamento-entrevista-visto-americano/

Este e-mail, juntamente com o passaporte e a confirmação do formulário DS-160, deverão ser apresentados no dia da entrevista no consulado.



4. CASV


No Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto USA, o solicitante irá colher as digitais e tirar a fotografia.


Como já mencionado acima, o CASV tem sede em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Brasília, Porto Alegre e Belo Horizonte. Os endereços são os seguintes:


Fonte: https://br.usembassy.gov/pt/visas-pt/centros-de-atendimento-aos-solicitantes-de-visto-casv/

Os horários de funcionamento são de segunda à sexta-feira, das 7h às 16h. Apenas no CASV de São Paulo é possível agendar também aos domingos, do 12h às 16h.


DICA: não vá de bolsa ou mochila, pois não é permitida a entrada desses objetos, inexistindo um guarda-volumes gratuito para guardá-los. Leve apenas o comprovante de agendamento, o comprovante do pagamento da taxa e o passaporte.



5. Entrevista no consulado


Colhidos os dados biométricos, é a vez de passar pela entrevista.


DICA: na entrevista também não é recomendável levar bolsas e mochilas. Não leve também aparelhos eletrônicos, como celular e pen drive, nada disso pode entrar!


Todas as pessoas passam por detector de metais. O sistema de segurança é bem rígido.


Além do passaporte e dos e-mails de confirmação do formulário D-160 e de agendamento no CASV e consulado, é aconselhável ter em mãos documentos que comprovem o seu VÍNCULO com o Brasil e a sua SITUAÇÃO FINANCEIRA: contracheques, escritura de imóvel, CTPS, atestado de matrícula em instituição de ensino, declaração de imposto de renda, documento de identificação de filhos, certidão de casamento, etc.


ATENÇÃO: não é aconselhável levar passagens aéreas ou reserva de hotéis. O próprio consulado recomenda que nenhum investimento de viagem seja feito antes da aprovação do visto!


No bem da verdade, eles somente querem se certificar que você vai passar uma temporada nos EUA e não se mudar para lá atrás do sonho americano!


Confesso que não pediram para ver nenhum desses documentos extras que levamos. Mas, na dúvida, é melhor ter eles com você! Vai que...


DICA: na hora da entrevista, só responda o que lhe for perguntado! Nada de ficar contando histórias para os agentes ou de bancar o muito simpático, pode complicar a sua vida!


O tipo de pergunta que eles fazem é: Você já viajou para fora do país? Você é casado? Tem filhos? Qual sua profissão? Para onde pretende ir nos EUA? Quanto tempo deseja ficar nos EUA? E etc.


Se o agente já perceber de cara que você possui uma ligação sólida com o Brasil e condições de arcar com os custos da viagem, a entrevista vai correr bem rápido! Foi o que aconteceu comigo e com o meu marido, nossa entrevista durou menos de 5 minutos! Ficamos mais tempo aguardando a nossa vez de ser entrevistados do que na entrevista em si.


Terminada essa etapa, você já vai saber se conseguiu o visto! O próprio agente que te entrevistou vai dizer. Bom que acaba de vez com a tensão, né?


Após, o seu passaporte ficará retido e será encaminhado ao CASV para a retirada assim que estiver com o visto anexado (isso demora cerca de 10 dias), ou será enviado pelos Correios.

Fonte: https://stheontheroad.com/americas/estados-unidos/como-tirar-visto-americano

O visto tem a validade de 10 anos! O mesmo prazo do passaporte, lembra?



VISTO NEGADO


Pode acontecer de o pedido de visto ser recusado, seja por contradições no preenchimento do formulário DS-160, por falta de comprovação da ligação com o Brasil ou por qualquer outro motivo.


Nesse caso a chateação é inevitável, afinal, tempo e dinheiro foram gastos! Mas não desanime, isso não significa que você nunca poderá ir para os EUA!


Tome conhecimento das razões da recusa, o que deu errado, corrija e comece tudo de novo. Passe por todas as etapas mais uma vez, inclusive, o pagamento da taxa.


Ah, o novo pedido de visto pode ser feito a qualquer momento!


***


Animou viajar para os Estados Unidos?


Se ficou com alguma dúvida ou se quiser trocar alguma experiência, deixe um recadinho para a gente! Até a próxima!

114 visualizações1 comentário
  • Black Instagram Icon

Formigas Viajantes - 2019

Viagem - Turismo - Dicas

  • Black Instagram Icon