Buscar

Um dia em Ottawa - Bate e Volta de Montreal



Ottawa é a capital do Canadá e fica a cerca de 200 km de Montreal. Quem estiver planejando uma viagem para Montreal, fazer um bate e volta para Ottawa é viável e quase que uma obrigação, considerando o encanto que essa cidade tem a oferecer.


Viagem de Trem para Ottawa pela VIA Rail


O percurso entre as cidades pode ser feito por avião, carro, ônibus ou trem. No nosso caso, optamos por viajar de trem, pela VIA Rail. A viagem de ida durou aproximadamente 2 horas e o nosso trem saiu da Central Station (no centro de Montreal) às 6h20min e chegou em Ottawa às 8h20 (fazendo uma pequena parada em Dorval). Na volta, pegamos o trem que saía de Ottawa às 18h55 e chegava em Montreal às 20h55. O preço pago pela viagem de ida e volta, foi de $ 66 dólares canadenses por pessoa, incluindo todos impostos (na tarifa econômica).


Acredito que viajar de trem foi uma boa opção, considerando que a viagem foi pontual e que os trens oferecem poltronas reclináveis bem confortáveis e internet Wi-Fi gratuita à vontade (durante toda a viagem). Na tarifa adquirida não havia refeição incluída, mas ela podia ser adquirida à parte (havia um cardápio no bolsão de cada assento).



Ah, outro ponto interessante também é que existe uma parada de ônibus em Montreal que fica bem na frente da estação Central Station (de Montreal). Param por lá vários ônibus que vem da região em que ficam concentrados os principais Hotéis da cidade. Também para nessa estação o ônibus que vem do Aeroporto (747 Shuttle – Linha Expressa).


Explorando Ottawa em 1 dia


Embora Ottawa não seja uma cidade repleta de atrações turísticas, os pontos a serem visitados são muito interessantes e, em sua maioria, próximos uns dos outros, o que permite que os visitantes explorem a cidade à pé.


1. Colina do Parlamento


Quando fomos pra lá, a atração que nos chamou mais a atenção foi a Colina do Parlamento (Parliament Hill), além da visita guiada ao próprio Parlamento. Fomos em Janeiro de 2019, em uma das últimas semanas de visita interna ao edifício, considerando que neste momento ele está fechado para restauração e deverá ser reaberto ao público somente em 2029 (a previsão inicial é que as obras sejam concluídas em 10 anos).





Assim, infelizmente, as visitas guiadas (que eram gratuitas e bem interessantes) foram interrompidas até o final das obras de restauração. Mesmo assim, ainda que não seja possível entrar no Parlamento, não se deixe enganar, a visita à colina em que ele se situa vale MUITO a pena, considerando a beleza da estrutura do Parlamento e do próprio local em si. É um passeio que rende muitas fotos bonitas também.


Abaixo, seguem algumas fotos do interior do Parlamento:


Biblioteca do Parlamento



Vista de uma das torres do Parlamento

Na foto em 180º abaixo é possível ter uma ideia da imensidão do lugar. São três prédios: o Centre Block no meio; e os prédios laterais West Block e East Block, os quais representam a Câmara dos Lordes e da Câmara dos Comuns).


Interessante ressaltar, também, que o Canadá combina a Democracia Parlamentar com uma Monarquia Constitucional, a qual tem como Chefe de Estado a Rainha Elizabeth (sim, aquela mesmo!). A rainha possui inclusive cadeira no Parlamento Canadense, para as ocasiões em que estiver no país.


Na parte da frente, entre os 3 prédios do governo, está um monumento com uma Chama Eterna, que foi acesa em 1967, para comemorar o primeiro século da existência da confederação:



2. Catedral de Notre-Dame, Major's Hill Park e National Gallery of Canada


A cerca de 1 km Colina do Parlamento, você encontrará a Catedral de Notre-Dame e, na frente dela, esses outros dois pontos turísticos: o Major's Hill Park e o museu National Gallery of Canada (Galeria Nacional do Canadá).


Na frente do museu existe uma escultura de uma aranha gigante, com mais de 9 metros de altura, obra de bronze, aço inoxidável e mármore, denominada "Maman" (1999), de Louise Bourgeois.




Catedral de Notre-Dame

Devido ao curto tempo disponível, ficamos limitados a conhecer por dentro apenas a Catedral de Notre-Dame.


Esses foram os passeios que fizemos durante o período da manhã. Logo após, caminhamos até o ByWard Market para almoçar.


3. ByWard Market


O ByWard Market é um mercado aberto, com várias lojas, cafés e restaurantes. Situado a cerca de 600 metros da Colina do Parlamento, é um bom local para almoçar e comer uma boa sobremesa.


As opções incluem desde restaurantes mais sofisticados a redes conhecidas de fast food, como McDonalds.


Fonte desta foto: Wikipedia

O destaque, pra nós, foi a sobremesa MARAVILHOSA do Beaver Tails Pastry (calda de castor). Veja na foto abaixo como a sobremesa é bonita (e já adianto, é deliciosa):




Descansados, passamos rapidamente no CF Rideau Centre (Shopping), que estava no caminho para o Canal Rideau.


Fonte desta foto: www.ottawatourism.ca

4. Canal Rideau


Por fim, terminamos o passeio por Ottawa no Canal Rideau. Como a nossa viagem ocorreu no período de inverno, tivemos a sorte de encontrar o canal parcialmente congelado, o que nos permitiu caminhar e patinar sobre o mesmo.


Dependendo da época do ano e do rigor do inverno, todo o canal pode ficar congelado, o que o torna o maior rink de patinação de gelo do mundo, com 7.8 km de extensão. A situação de cada trecho do canal (para saber se é possível ou não caminhar/patinar sobre ele) pode ser conferida no site oficial do Canal Rideau.




A sensação de caminhar pelo canal é inimaginável, você deve experimentar isso para entender como é! E, se der sorte, ainda poderá nevar durante o passeio, o que o tornará muito especial!


Se você quiser conferir um vídeo sobre nossa viagem até o Canadá (que inclui ainda nossas visitas a Montreal, Toronto e Cidade do México, além de Ottawa), fique à vontade para assistir ao vídeo abaixo (ela foi realizada entre 26 de dezembro de 2018 e 6 de janeiro de 2019)! :D




109 visualizações
  • Black Instagram Icon

Formigas Viajantes - 2019

Viagem - Turismo - Dicas

  • Black Instagram Icon