Buscar

Planejamento de viagem: como economizar com hospedagem

(e você NÃO precisa ficar numa espelunca!)

Fonte: Shutterstock

Nesse post, compartilho algumas estratégias que uso para pagar mais barato com hospedagem.


1) Se você gosta de usar o Hoteis.com: eu gosto de reservar pelo Hotéis.com porque ele sempre deixa claro se você está pagando em reais (ficando isento de IOF) e se existe a opção de pagar no estabelecimento no momento em que vai se hospedar. Além disso, algumas reservas permitem o parcelamento em até 12 vezes sem juros. Para quem possui o cartão de crédito do Nubank, mais uma dica: ao adiantar suas parcelas, você ganha um descontinho por conta no Nubank!

Pra quem quer economizar dinheiro, a dica é inscrever-se no site do Hoteis.com para receber periodicamente e-mails com cupons de desconto ou “Ofertas do dia” (estabelecimentos com descontos nas diárias).


Outra dica é resgatar um voucher de 10% de desconto usando Km de Vantagens, programa de pontos dos Postos Ipiranga. E detalhe: só por se cadastrar, você já pode ganhar até 450 km de vantagens – o que já permite resgatar uns 3 vouchers! Aliás o Km de Vantagens também dá desconto em vários parques de diversão e aquáticos. Vale a pena dar uma olhada antes de viajar!


Pra quem quer juntar milhas, o Hoteis.com é parceiro da Latam Pass e do Tudo Azul, programas de pontos que permitem resgatar passagens, respectivamente, na Latam e na Azul (e suas parceiras). Mas pra isso, você precisa entrar no site do Hoteis.com a partir do link existente no site do programa de fidelidade! Se simplesmente digitar no Google “Hoteis.com” e entrar no primeiro site que aparece, não vai conseguir pontuar. Os pontos acumulados também podem ser vendidos (em sites como Max Milhas) ou usados para resgatar produtos.


2) Se você gosta de usar o Booking: além de poder acumular pontos na Latam Pass (seguindo as mesmas instruções acima para o Hoteis.com), você também consegue encontrar ofertas do dia e economizar dinheiro na sua hospedagem.

Já uma dica que vale para qualquer reserva de hospedagem internacional: o preço da diária varia conforme a cotação do câmbio. Normalmente, essa variação é de alguns poucos reais. Porém, dependendo do valor da reserva ou da quantidade de dias, essas pequenas economias podem resultar em um valor significativo no final. Se quiser aproveitar, minha sugestão é ir acompanhando periodicamente nos sites as mudanças de valor e, quando a queda for relevante, efetivar a reserva.


Outra dica que já testamos e que é muito útil para viagens de última hora ou em períodos concorridos (geralmente, quando há algum grande evento no destino durante a estadia): fazer a reserva com cancelamento grátis (para garantir um teto para dormir) e continuar buscando outras opções e ofertas. Assim, se surgir algo mais barato, você cancela a reserva anterior e faz uma nova, pelo preço mais baixo. Só não esqueça de que, nesse vai-e-vem de reservas, o limite do seu cartão de crédito pode ficar bloqueado por um tempo!


3) Se você topa usar AirBnB: eu já usei 3 vezes (Roma, Florença e Paris) e adorei todas as experiências! Se você não é inscrito, utilize o link de algum usuário para se cadastrar no programa e ganhar até R$ 179,00 de desconto na primeira reserva.

Uma dica extra pra economizar ainda mais: se você vai viajar com mais pessoas que ainda não são inscritas no AirBnB, faça o cadastro pra cada uma delas para, com isso, ganhar R$179,00 em cada uma das reservas!


4) Para quem quer se hospedar em um hotel específico: faça pesquisa pelo Trivago ou pelo próprio Google, pois eles fazem uma compilação de hospedagem e mostram quanto custa a diária por cada site de reserva (Decolar, Hotéis.com, Expedia, Booking etc).


5) Para quem está procurando um pacote de viagem (em especial, aéreo + hospedagem): as agências online (como Submarino Viagens, Decolar e Zarpo) são uma ótima ferramenta para economizar nos pacotes. Para ficar sabendo das novidades, acompanhe sites de promoções como o Melhores Destinos.


6) Confira sempre o preço no site do próprio hotel ou da rede hoteleira: às vezes, reservar diretamente com o hotel pode sair mais barato do que pelos sites de reserva mencionados acima. Se encontrar dificuldades ou não achar o tarifário na página da Internet, busque contato via Direct do Instagram ou o número de WhattsApp mencionado no perfil da rede social. Por terem se tornado um excelente meio de divulgação, as hospedagens costumam dar uma atenção especial às redes sociais, respondendo rapidamente às mensagens enviadas pelos usuários.


Fonte: Shutterstock

7) Para alguns destinos, não deixe de fazer cotação com agência de viagem física: como já mencionado no post de Noronha, alguns destinos costumam reservar um percentual de suas acomodações para as agências de viagem. Assim, você pode acabar encontrando mais opções com uma agência de turismo do que nos próprios sites de reserva. Além disso, alguns destinos mais turísticos costumam trabalhar com o sistema de fretamento em parceria com grandes agências (ex.: CVC para Porto Seguro/BA), principalmente na alta temporada. Isso faz com que um pacote de aéreo + transfer + hospedagem saia mais barato do que a aquisição de cada um deles separadamente, por conta própria.


E então? Vamos planejar a próxima viagem?


Qual sua dica para economizar na hospedagem? Conta para gente nos comentários!


Até o próximo post!

0 visualização
  • Black Instagram Icon

Formigas Viajantes - 2019

Viagem - Turismo - Dicas

  • Black Instagram Icon