Buscar

O QUE FAZER EM GRAMADO E CANELA: DIVERSÃO PARA TODOS OS GOSTOS E IDADES

Atualizado: 19 de Jul de 2019

Sempre se fala de Gramado e Canela juntas, porque elas estão, praticamente, emendadas uma na outra. Elas estão ligadas pela Avenida das Hortências, que começa lá no Pórtico de Nova Petrópolis e corta Gramado de norte a sul até chegar à Canela. Em cerca de 10 minutos, de carro, você sai de Gramado e chega à Canela. Bem pertinho mesmo!


Elas possuem inúmeros atrativos. Desde aqueles passeios bem "turistão" até contemplação da natureza.


Então, segue abaixo uma listinha do que fizemos:


1. LAGO NEGRO

Nós chegamos à Gramado e fomos direto ao Lago Negro.

É um espaço muito bonito e extremamente fotogênico! "Rodei" ele inteiro e parava o tempo todo para tirar fotos.

É um lugar bem gostoso para fazer uma caminhada e apreciar a vista. E tem, também, os famosos pedalinhos que estão disponíveis para aluguel. Se não me engano, o de cisne era R$20,00 para duas pessoas (20 minutos) e o de caravela R$30,00.

A entrada, por sua vez, é gratuita.


2. CENTRINHO DE GRAMADO

Nele ficam as principais atrações da cidade. Na Avenida Borges Medeiros você encontra a Rua Coberta, com seus restaurantes; a Paróquia São Pedro (Catedral de Pedra de Gramado), com a Fonte do Amor Eterno ao fundo (é uma daquelas fontes em que as pessoas colocam cadeados) e a Praça Major Nicoletti (ela é bem bonitinha, mas cheia de fumantes).


Seguindo pela Borges Medeiros e virando à direita na rotatória você vai encontrar a Rua Torta (réplica bem pequena da Lombard Street de São Francisco) e a Praça das Etnias (onde estão as casinhas típicas e coloridas dos povos que colonizaram a região).


Nós fomos na baixa temporada, então estava bem tranquilo. Tinha gente, mas nada que incomodasse demais. E os preços, obviamente, estavam mais amigos. Mas, na Rua Coberta, no geral, achei os restaurantes bem carinhos.


O centro de Gramado agrada os olhos. É tudo muito arrumadinho. Bem turístico. Durante as festas está sempre enfeitado. Fomos antes da Páscoa e já estava decorado com coelhinhos e chocolates.


3. PARQUE DA FERRADURA

Eu simplesmente AMEI esse parque! Ele tem uma paisagem incrível e é super bem cuidado. Nós passamos, praticamente, o dia todo lá. É um espaço verde, cheio de trilhas e mirantes.

Ele fica a cerca de 13 km do centro de Canela, na RS-446, km 12. A entrada é no valor de R$12,00 (tem meia entrada). E o horário de funcionamento é das 9h00 às 17h00.


A intenção era fazer TODAS as trilhas. Mas não foi possível por causa do tempo (ainda íamos ao Parque dos Paredões) e porque o principal trekking do parque é de dificuldade moderada/alta, então ficamos bem cansados (e com dores).

Nós conseguimos ver os mirantes da Ferradura e da Cascata do Arroio do Caçador e fazer a Trilha do Rio Caí.

As trilhas dos mirantes são bem tranquilas e rápidas. A do Rio Caí já é pesada, porque você desce todo o morro até o vale! Para se ter uma noção, veja a foto abaixo:

Ao realizar a trilha do Rio Caí você desce cerca de 420 metros de altura

Viram como estávamos alto e até onde descemos?!

"Para baixo o santo ajuda", mas depois tem que subir tudo de volta!!! A trilha é bem íngreme, mas bem demarcada. Em alguns pontos tem até umas cordas para ajudar, formando uma espécie de corrimão. Tem uma placa bem grande no início dela dizendo que ela é de dificuldade alta e que não é aconselhada para pessoas sedentárias, com problemas cardíacos etc.


E é difícil mesmo. Talvez para as pessoas com um ótimo preparo físico seja mais tranquilo. Mas eu, particularmente, achei bem pesada. A notícia (quase) boa é que, para subir, existe um caminho alternativo. Ele é bem menos íngreme, mas é mais longo. Nós descemos pela trilha original e subimos por esse caminho alternativo (há uma placa sinalizando a rota secundária).


Leva cerca de 1 hora cada trecho, a depender do seu ritmo e preparo físico, mas vale muito a pena!! Lá embaixo é muito bonito. A cascata é muito linda e dá até para tomar banho.

Cachoeira do Arroio do Caçador, no fundo do Vale da Ferradura

No parque tem um botequinho que serve almoço e vende lanches. Nós saímos da trilha com muita fome e acabamos almoçando lá. A comida é bem simples, mas o preço do kg é justo e os itens à venda não estavam com preço exorbitante.


4. PARQUE DOS PAREDÕES:

O Parque dos Paredões fica no caminho para o Parque do Vale da Ferradura.


Tem um senhor lá que fica cuidando. Quando você chega, ele te explica que tem dois mirantes e que a trilha está desativada. Mostra os estacionamentos e te cobra um valor de R$10,00 por pessoa.


Vou ser bem sincera: achei esse parque bem sem graça...

Você anda um pouquinho e logo chega aos mirantes, mas a vista não tem nada de espetacular:

Vista de um dos mirantes do Parque dos Paredões

Segundo o que o senhor disse, o interessante é fazer a trilha, mas, até a data em que fomos (abril/2019), ela estava fechada.


5. LE JARDIM - PARQUE DE LAVANDAS

Esse parque é uma graça! Nós fizemos o passeio embaixo de chuva, mas, como ele é pequeno, não foi um grande problema. Atrapalhou um pouco para tirar foto, porque, não sei a vocês, mas a mim a chuva incomoda muito e acabei ficando meio "sem saco".


Apesar de o nome do parque fazer referência apenas a lavandas, você encontra por lá vários outros tipos de flores. Eu não entendo nada de plantas, então não vou nem me arriscar a dizer as espécies existentes. Só posso dizer que elas são muito bonitas e coloridas:

Na época em que fomos, o jardim estava em obras, mas não atrapalhou a visitação.


Além do jardim propriamente dito, no local você ainda encontra as estufas, com vasinhos de plantas e seus respectivos valores de venda, um café e a loja de produtos variados a base de flores e de decoração.


A entrada é no valor de R$10,00 por pessoa (não oferecem meia entrada).


6. CATEDRAL DE PEDRA

Localizada no centro da cidade de Canela, a Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, vulgo Catedral de Pedra, foi construída em 1953 em estilo gótico inglês. Ela é grandiosa e, por isso, pode ser vista de várias partes da cidade, podendo ser admirada tanto de perto quanto de longe. A igreja possui uma torre com 65 metros de altura e um carrilhão de 12 sinos de bronze, que tocam para anunciar as missas.


Ela é realmente muito bonita. Bem imponente. Infelizmente, no dia em que fomos à Canela para conhecê-la estava com muita neblina e chuva. Não dava para enxergá-la muito bem nem de perto e nem de longe!

Mas ela também é muito bonita por dentro: o altar (inspirado na Santa Ceia), os quadros e os vitrais chamam a atenção de quem gosta desse tipo de contemplação.


À noite também é possível assistir a um show de luzes que dizem ser muito bonito. Nossa intenção era assisti-lo, mas, por conta do mau tempo, acabamos desistindo.


Atravessando a rua, você vai encontrar vários estabelecimentos para almoçar, fazer um lanche ou comer uma sobremesa.


OUTROS PASSEIOS

A) MIRANTE BELVEDERE

Ele fica na Avenida das Hortências e dizem que oferece uma vista muito bonita da Serra Gaúcha, mais especificamente do Vale do Quilombo.

É um passeio muito simples de se fazer, já que é uma parada entre Gramado e Canela e, se você for a uma, muito provavelmente irá a outra também.

Infelizmente, por conta da neblina não paramos no mirante, porque a visibilidade estava nula.


Só preste atenção, porque o mirante não é muito bem sinalizado, mas é fácil de ver: saindo de Gramado em direção à Canela, basta olhar para o lado direito da estrada e logo você verá um recuo para estacionamento.

Para se orientar melhor no mapa ou GPS, ele fica perto da Aldeia do Papai Noel.


B) PARQUE ESTADUAL DO CARACOL

Localizado a 7 km do centro de Canela, na RS-466 (Estrada do Caracol), este parque é uma unidade de conservação que abriga a famosa Cascata do Caracol, com seus 131 metros de altura, cercado por mata fechada, que é cortada por trilhas.


Possui ainda um restaurante, playground para crianças e outros atrativos, como a Escada da Perna Bamba (escadaria de 730 degraus - equivalente a um prédio de 44 andares - que leva à parte inferior da Cascata) e a Vila do Artesanato.

Fonte: site oficial do Parque Estadual do Caracol

O Parque funciona todos os dias das 9h00 às 17h30 e o ingresso custa R$12,00 (estacionamento incluso).


Nossa intenção era ter passado nossa última tarde no parque para fazer as trilhas e conhecer a Cascata do Carol, mas passou o dia todo chovendo e com muita neblina, o que inviabilizou o passeio.


C) SNOWLAND

Esse é o primeiro e, até o momento, único parque de neve do Brasil!

Vindo de Nova Petrópolis pela RS-235, você passa por ele ao chegar em Gramado.


Os ingressos podem ser adquiridos pelo site, na bilheteria e até pelo whatsApp.

Acessando a página, no canto superior direito, você verá o calendário do parque que indica as datas em que a tarifa é cheia (cor amarela) ou promocional (cor azul) e até quando o parque estará fechado (cor cinza). Basta clicar na data desejada para ter acesso ao valor do passaporte.


Você necessariamente precisa adquirir o passaporte de entrada no parque que inclui as roupas apropriadas (calça, jaqueta, luvas e botas).

Caso queira realizar alguma atividade, esta deve ser comprada separadamente.

No caso de ski/snowboard, você deve alugar o equipamento, comprar o tempo de pista e, se quiser, adquirir aula com um instrutor, que pode ser em grupo ou individual. Você pode adquirir tudo separadamente ou comprar um dos pacotes que eles disponibilizam. Nos pacotes, as aulas são em grupo, pelo período de 60 minutos.


Eu entrei em contato com eles pelo whatsApp antes de viajar para ter noção dos valores e recebi o seguinte folheto (preços para abril de 2019) com pacotes para prática de ski/snowboard:

Exemplo de combos possíveis de se adquirir para aproveitar o Snowland (preços para abril/2019)

Agendamento só é necessário se você quiser um instrutor particular para te ensinar. Optando por fazer aula em grupo, a compra só poderá ser realizada na hora.

A moça com quem conversei ainda me ofereceu cortesias para o museu do festival de cinema em Gramado caso eu fechasse o passaporte com ela pelo whats.


Se você fizer uma continha rápida vai ver que esse passeio não sai muito barato, mas deve ser muito legal!!!


O nosso roteiro ficou bem apertado e nem todos se interessaram pelo parque. Então não fizemos agendamento e nem compra antecipada. Nós até poderíamos ter ido no nosso último dia em Gramado, já que não conseguimos ir ao Parque do Caracol. Seria uma boa opção de atividade in door. Mas, como nutrimos certa esperança de que o tempo abrisse e pudéssemos visitar o Parque, quando vimos que não daria, já estava muito tarde para ir ao Snowland (ele fecha às 17h00).


D) BRASIL RAFT PARK E TEMPLO BUDISTA

Se você for passar mais dias na região, achei esses dois passeios interessantes. Mas eles ficam mais distantes, no município de Três Coroas. Ambos ficam a cerca de 30 km de Gramado.


No site do Templo você encontra todas as informações necessárias para visitação e pode dar uma olhada se seria do seu agrado conhecer.

Da mesma forma, no site do Parque você também encontra informações sobre as atividades que eles têm disponíveis e contatos para agendamento e dúvidas.


E) PARQUES TEMÁTICOS E MUSEUS

Não vou dar detalhes, porque não visitamos nenhum. Mas o que não falta são blogs falando a respeito dos parques temáticos e museus de Gramado.

A título de exemplo, cito as seguintes atrações: Mundo à Vapor, DreamLand (Museu de Cera), Hollywood Dream Cars, Mundo Encantado de Gramado, Aldeia do Papai Noel e Mini Mundo.


OPÇÕES DE RESTAURANTE EM GRAMADO

A) ALECRIM SANTO - restaurante com opção de quilo ou buffet livre. Fica na Avenida das Hortências, nº 1377. Almoçamos por lá no nosso primeiro dia em Gramado. Achei a comida gostosa.


B) CASA DA VELHA BRUXA - ela pertence à Prawer, famosa fábrica de chocolates da região. Consequentemente, os chocolates utilizados nas sobremesas são os da marca. Fica na Avenida Borges Medeiros, nº 2738. Oferecem lanches, sobremesas, bebidas e sorvetes. Todo mundo diz que é parada obrigatória e que o waffle é maravilhoso. Não sei se fui com muita expectativa, mas não achei extraordinário... É gostosinho. Paguei R$32,00. Ele é bem grandinho, dá para dividir. Acompanha uma bola de sorvete da sua escolha e a calda de chocolate Prawer.


C) CARLITOS PRIME - restaurante que funciona das 12h00 às 23h30. Fica na Rua São Pedro, 462. Nos ofereceram a sequência de fondue por R$65,00, mas acabamos não consumindo. Provamos as trutas e achamos bem saborosas (destaque para a com molho de amêndoas). Lá você encontra as seguintes opções a la carte: fondues, sopas, cremes, filés, strogonoff, picanha na pedra, frango na pedra, carnes exóticas, pato, javali, mix de peixes, trutas, salmão, bacalhau; e a sequência de fondue: queijo (pães, batatinhas ao vapor, polenta frita e goiabada), carnes (filé mignon, picanha, bife de chouriço, frango, filé suíno e calabresa) e chocolate (frutas da estação e waffer).


Outros restaurantes que encontrei boas referências nos blogs da vida, mas não chegamos a visitar, foram os seguintes (Gramado e Canela): Hard Rock; Braziliano; Maximilia (fondue); Cantina Pastaciutta (massas); Casa di Paolo e Nonno Mio (galeto); Empório canela (variado); Josephina Café (variado); San Tao (japonesa); El fuego (carne); Fritz Haus (alemã); Il Piacere (carnes); Skillo lanches (lanchonete mais em conta); Castelinho Caracol (apfelstrudel) e Bistrot Brillat (Rua Coberta).


HOSPEDAGEM:

Como as cidades ficam muito perto uma da outra, você pode se hospedar em qualquer uma delas.

As hospedagens em Canela costumam ter um preço mais camarada, já Gramado possui uma oferta maior.


Depois de muito pesquisar e considerando que nossa visita ocorreu fora da alta temporada, optamos por ficar em Gramado. Primeiro porque a diferença de preço não estava tão significativa. Segundo porque a maior parte dos passeios que faríamos em Canela eram parques estaduais que ficavam fora da cidade, portanto teríamos que ir de carro, de qualquer forma.


Assim, optamos pelo Hotel Due Nobili. Fiz a reserva de três quartos (dois duplos e um individual), pelo importe de R$1.350,00 (3 diárias, do dia 3/4/2019 ao dia 6/4/2019) no Booking.


O hotel exigia garantia da reserva com cartão de crédito e próximo à data da nossa estadia eles cobraram metade do valor (R$675,00). Pelo que havia lido, essa é uma prática comum na região, por ser muito turística. Imagino que na alta temporada as políticas de reserva devam ser mais inflexíveis ainda.

A outra metade acertamos no chek out. Eles aceitavam dinheiro e cartão e até dividiam o restante, sem juros.


O Due Nobili é um hotel novo que fica próximo ao centro de Gramado, portanto conseguimos fazer tudo na cidade a pé. Isso, na alta temporada, vale ouro, pois ouvi dizer que é muito difícil conseguir estacionamento quando a cidade está cheia. Os quartos eram bem pequenos, mas como só íamos para o hotel dormir, isso não incomodou. Havia chás e bolachas de cortesia. A ducha do banheiro era ótima! E a limpeza do quarto não deixou a desejar. Na recepção também sempre tinha alguma cortesia (águas saborizadas, bolos, torradas etc).

Minha única queixa é sobre o café da manhã. Ele era farto, variado e muito bonito, mas não era muito saboroso. É claro que essa é apenas a minha opinião e outras pessoas podem ter gostado. Não passamos fome, mas, no Sul do país, geralmente, os cafés da manhã dos hotéis são sempre deliciosos. E esse não foi o caso.

Eu simplesmente amei a região de Gramado e Canela!

Você tem passeios urbanos, passeios de natureza, com trilhas e mirantes, parques temáticos para crianças... A cena gastronômica, apesar de um pouco explorada, não deixa a desejar.

Com a quantidade de atrações que as duas cidades possuem, eu diria que você consegue passar de 7 a 10 dias por lá facilmente. Se preferir, também dá para escolher as atrações que mais te agradam e encaixar num roteiro com mais paradas, como nós fizemos. Você pode conferir nossa rota no post resumo da road trip que fiz com a minha família pelo Sul do país.

PS: Se você quiser economizar um pouquinho em estadia na sua próxima viagem, pode usar o meu link do Booking: https://www.booking.com/s/35_6/massul59 (depois de realizada a reserva, você ganhará R$50,00 para resgate em cartão de crédito ou para utilizar na sua próxima reserva pelo site ou aplicativo).


Até o próximo post :)

56 visualizações
  • Black Instagram Icon

Formigas Viajantes - 2019

Viagem - Turismo - Dicas

  • Black Instagram Icon