Buscar

COMO É VIAJAR DE BRUXELAS A PARIS COM A IZY

Como foi a nossa experiência viajando de trem com a Izy

Durante o planejamento da nossa Eurotrip (mais especificamente o deslocamento de trem entre Bruxelas e Paris), deparei com esse post do Viaje na Viagem falando sobre a Izy, uma espécie de low-cost ferroviária que faz o trecho Bruxelas-Paris (e vice-versa). Como tínhamos uma estimativa de gastos a seguir para não estourar o orçamento da viagem, resolvemos experimentar.


Trem colorido da Izy

Como tínhamos uma estimativa de gastos a seguir para não estourar o orçamento da viagem, resolvemos experimentar.


Vantagens: definitivamente o preço! Compramos a passagem Standard, com assento marcado e poltrona tamanho normal e pagamos €19 euros por pessoa – o que representou uma economia de aproximadamente €20 a €24 euros por pessoa (ou seja, quase €50 euros de economia para o casal) comparado com os preços mais baratos da Thalys (outra companhia que faz o trecho Bruxelas-Paris). Mas tenha em mente que essa tarifa não é modificável nem reembolsável.


Além disso, o valor é fixo – o que te poupa do trabalho de ficar monitorando os preços da passagem de trem para conseguir uma promoção (coisa que fizemos com o trecho Amsterdam – Bruxelas). Consultando o site na data de hoje, porém, é possível ver que, com o esgotamento das tarifas mais baratas (sem garantia de assento ou em assentos dobráveis, nas pontas do vagão), a mesma passagem Standard está €10 mais cara. Por isso, não deixe para comprar a passagem de última hora!


Desvantagem: com certeza, o conforto. Afinal, em regra, o que você recebe é proporcional ao quanto paga. Os assentos são de frente um para o outro e o espaço entre as poltronas é pequeno. Se você tem pernas longas, vai ter que ficar com elas dobradinhas caso queira ser uma passageiro legal e não ficar chutando ou roubando espaço do seu vizinho da frente (por favor, seja um passageiro legal!).


Poltronas no trem da Izy

Também existe a opção de viajar em um poltrona maior ("Standard XL"), mas como optamos pelo ticket “Standard” não podemos dizer o quanto de conforto extra ela proporciona.


Outro ponto: você NÃO escolhe os assentos. Na hora de comprar os bilhetes, colocamos a quantidade de passageiros, prosseguimos na compra e, ao gerar o ticket, ele já dá o vagão e as poltronas, sem possibilidades de troca (ao menos pelo próprio site).


Atente também para o fato de que eles NÃO tem vagão-bar/restaurante. Logo, leve sua água e lanchinho! Mas fique tranquilo: a estação Bruxelas-Midi (de onde o trem parte, em Bruxelas) tem cafés e mercados onde é possível comprar desde suco de laranja natural até baguetes e sanduíches frios.


E as bagagens? Normal: as menores podem ir no compartimento acima das poltronas e as maiores no bagageiro, na ponta do vagão. A passagem informa que você tem direito a uma mala e a um item pessoal (o site informa as medidas). Como era o que estávamos levando, não enfrentamos qualquer problema ou dificuldade.


O bagageiro onde vão as malas maiores (ao fundo) e os “folding seats” da tarifa mais barata.

Tem check-in ou inspeção de segurança? Não, mas não deixe para chegar em cima da hora – ou você vai passar pelo mesmo desespero que nós: subir pela escada que leva ao meio da plataforma e descobrir, faltando 10 minutos pro trem sair, que seu vagão é o lááááááááááááááá da ponta! Na dúvida, chegue com antecedência maior do que o solicitado no seu bilhete para não viver momentos de pânico (como se enrolar para achar a plataforma, subir no vagão, enfrentar fila etc etc etc).


Conclusão: valeu a pena? Na minha opinião, sim! A viagem não é tão longa a ponto de o espaço apertado ser um incômodo. Além disso, como estava cansada, cochilei durante a viagem e nem me importei com esse quesito.


Falando em tempo, vale destacar que a viagem com a Izy é 40 minutos mais demorada do que com a Thalys: o trem sai às 08h28min de Bruxelas e chega às 10h41min na estação Gare du Nord, em Paris. Para nós, não foi um problema, pois não tínhamos nada programado em Paris para esse dia (aproveitamos para dar uma passeada sem compromissos nos Jardins du Luxemburgo e na Île-Saint Louis, ambos próximos a nossa hospedagem).


Logo, na relação economia X tempo, optamos por economizar euros .


E você? Já experimentou a Izy? O que achou? Deixe nos comentários!


Esse post te ajudou? Caso tenha mais dúvidas, fale conosco pelos comentários.

22 visualizações
  • Black Instagram Icon

Formigas Viajantes - 2019

Viagem - Turismo - Dicas

  • Black Instagram Icon